24 de maio de 2013

Tactica FM2013 - 32221 Vodu Blast 13.3.3

Tactica FM2013 - 32221 Vodu Blast 13.3.3

Já faz algum tempo que não partilho nenhuma táctica, pese embora as solicitações. Como diz o outro "vocês sabem do que estou a falar", ou não.

Ora, esta táctica foi o resultado de várias épocas a jogar com a Académica e uma evolução de tácticas como 55, 5140, etc.. Ou seja, cada vez que tentava jogar apenas com 4 defesas, rapidamente abandonava a ideia, porque efectivamente não gostava da forma com que os adversários por vezes destruiam a minha defesa. Temos de ter em conta que nunca tive a equipa mais forte do jogo, e ainda não tenho. Como já disse noutras ocasiões, gosto de fazer a diferença na táctica, porque com as trutas todas...e neste FM não é muito fácil fazer isso.

Depois houve outra questão. Com o avançar das épocas, os colossos ficam ainda mais fortes. Os regens turbinados são umas constante, (muitos deles já surgem nos colossos) e é preciso competir com essas equipas na Champions League. Mesmo conseguindo alguns bons jogadores e um ou outro regen turbinado, não é fácil competir contra equipas que têm muito mais receitas do tem uma equipa no campeonato Português como a Académica. Óbvio que a dimensão do clube aumentou, mas arcar com clubes ingleses, alemães, franceses, etc.. com receitas incríveis, e cheiks e meter dinheiro a torto e a direito não é fácil.

Resumindo, dificilmente iria ter a equipa mais forte, e portanto ganhar só porque tinha melhores jogadores estava fora de questão.

Voltando à questão dos 4 ou 5 defesas, senti a necessidade da cobertura em largura, não por 4, mas por 5 homens, que torna muito mais difícil a ruptura das linhas, num conceito de jogo pressionante e bloco alto, como é hábito nos estilos de jogo que tento impor. Usando pressão alta nos defesas, torna mais fácil a cobertura e preenchimento do espaço, dificultando a exploração do espaço criado pela saída e pressão do centram ou lateral (ala neste caso). Saí 1, ficam 4 o que permite manter a equipa minimamente posicional e organizada defensivamente. Depois optei por usar alas, para aumentar a capacidade de pressão nas zonas laterais do campo, visto que são estes que dão largura à equipa.

Da defesa para a frente, foi tentar organizar a equipa de forma a criar alguma instabilidade no bloco adversário, mas manter a capacidade de construção, porque se a bola não chega em condições ao ataque, é difícil fazer golos. Como neste FM não gosto da forma que os 2 PL`s conseguem ser anulados pelos 2 centrais (a não ser que sejam foras de série), a questão era usar 1 ou nenhum. Optei por usar 1 e tentar desposicionar a equipa adversária com 2 MAC´s a aparecer na zona de finalização, tentando criar algum "pânico" na zona de finalização. Depois sobravam 2 jogadores para a recuperação de bola e construção, que rapidamente foram posicionados como MC.

MODELO DE JOGO

Tentativa de criar um jogo misto, jogando tanto em posse, como saindo rápido em transições venenosas. Um jogo pragmático, onde a posse não é um objectivo, mas sim um meio (se necessário). Pressão máxima a todo o campo, com o bloco (obviamente) alto. O foco está definido pelas alas, mas muitas vezes há sequência pelo meio (já vão perceber porque).

O desenho táctico:



Os jogadores posição a posição:

* GR - como sempre, o melhor possível. Convém saber jogar com os pés, obviamente. Com defesa tão subida, é quase um libero...
* Centrais - rápidos em relação à media do campeonato, com os atributos normais para a posição...
* Alas - rápidos, bons a cruzar, bons atributos defensivos, nomeadamente posicionamento.
* Médios Centro - Trincos que sabem passar a bola, MC´s com bons atributos defensivos, cada um escolhe à sua maneira. Eu pessoalmente gosto de médios completos para a posição.
* Médios Ofensivos (mac´s) - jogadores que tratem bem a bola, que saibam finalizar e que consigam fazer movimentos fora-dentro com alguma efectividade (alguma velocidade, passe, técnica, finta, decisão, remate de longe, criatividade, etc..). FUNDAMENTAL usar jogadores que joguem com pé direito a MAC esquerdo, e pé esquerdo a MAC direito, para os obrigar a fazer os tais movimentos interiores...
Por vezes adapto extremos a MAC para os poder utilizar sem ter de os vender.
* PL - Ou completo ou tanque de guerra tipo pinheiro. Vão entrar muitos cruzamentos na caixa, e por vezes um pinheiro dá jeito. Eu pessoalmente gosto de usar PL´s completos.

CANTOS

- Marcados com pés contrários.
- O marcador deve ser um dos Laterais ou dos MAC´s.
- DC central é o alvo dos cantos, logo deve lá jogar o mais alto/melhor nas alturas.

TREINOS

- Treino geral: Equilibrado com intensidade média
- Treino para jogo: tácticas apenas com folga após o jogo.
- Treino Individual (pesado):
GR - Guarda-redes Libero
DCs - Defesa Central (ou rapidez até atingir um atributo razoável)
Alas - Defesa Lateral (ou rapidez até atingir um atributo razoável)
MC´s - Médio Centro (ou passe, ou velocidade)
MAC´s - Número 10 ou médio área a área.
PL: Ponta de Lança fixo

PALESTRAS (cada um usa o que lhe parecer melhor)


- Inicio: Geral dá o adjunto, Individual  dou *apaixonado*tenho confiança (primeira opção do apaixonado)
- Intervalo: agressivo a não ser que esteja a ganhar por 10.
- Final: ganhamos por muitos e dominamos - apaixonado. Ganhamos a rasca, perdemos ou empatamos - agressivo.
- Caso algum jogador fique chateado com as palestras - "vou tentar melhorar a forma como abordo as coisas" -.

ENTROSAMENTO


A equipa precisa de tempo para entrosar, normalmente cerca de meia época.

OUTRAS CONSIDERAÇÕES

- Não se trata de nenhuma táctica milagrosa. Em equipas grandes pode ser demolidora. Nas médias pode cumprir muito bem caso a equipa seja bem trabalhada no que toca às áreas de treino, gestão da equipa, etc. Nas pequenas sem recursos pode ser sofrível.
- Não uso instruções ao adversário. Mas cada um saberá se o deve ou não fazer.
- Se tiver algum jogador expulso deixo a equipa sem PL.

DOWNLOAD
32221 Vodu Blast 13.3.3


Abraço e bons jogos, eventualmente.


Alguns screens do que a táctica permitiu fazer, nomeadamente finais de época onde tudo se decide.